malta-residenciaO “Global Residence Programme” é o novo programa de residência em Malta para os cidadãos de países terceiros, isto significa que nao para os pessoas da UE, do EEE ou da Suíça. O processo é fácil e as taxas de administração são baixas.

Malta tem um clima mediterrânea perfeita, o custo de vida é muito razoável, a qualidade de vida é muito alto.

As vantagens mais importantes do programa de residência Malta são:

– Tributação muito baixa
– Residência da União Europeia com visto Schengen
– Taxas de administração muito baratos

As vantagens fiscais de residência Malta:

– O requerente não tem que pagar imposto sobre o seu/sua renda gerada no exterior!

– O candidato deve pagar pelo menos 15.000 euros de impostos todos os anos.

– Só tem que pagar imposto de renda para a origem estrangeira que tenha sido remetido para Malta a uma taxa fixa de 15%. Isso pode ser menos também, quando o residente já pagou imposto para a renda no país no exterior.

A duração de processo inteiro é de 2-3 meses após o requerente nos dá todos os documentos necessários.

Muito importante saber que aplicação especial para a fiscal residência Malta deve ser feita por alguém que tem licença para fazer isto. O nosso parceiro tém.

Os participantes não têm que trabalhar em Malta, mas claro que podem obter autorização de trabalho.

Os novos moradores de Malta tem que alugar ou comprar um imóvel qualificado, até ela/ela quer ter os benefícios de redução de impostos.

Os indivíduos podem aplicar para a residência em Malta através de “Global Residence Programme”, se eles satisfazem todas as condições:

– Deve ter um imóvel em Malta por um valor mínimo de 275.000 euros. Se o candidato adquire a propriedade na ilha de Gozo e no sul da Malta, o valor é reduzido para 220.000 €.

– O aplicante pode também alugar um imóvel em Malta, pelo menos de 9600 euros /anual ou em Gozo/sul de Malta por 8750 euros/ano.

– O imóvel não pode ser compartilhado, exceto dos membros da família.

– O requerente e os seus/suas dependentes tem que ter um seguro de saúde para toda a UE.

– O aplicante tem que ser uma pessoa apta e adequada, antes da concessão do estatuto fiscal especial, haverá um processo de due diligence internacional.

– O candidato deve falar maltês ou Inglês, mas já temos clientes que só falam português e podem participar na programa sem problema.

Quando o candidato conseguiu ter o estatuto especial de residência fiscal em Malta, existem as obrigações que as autoridades irão verificar todos os anos:

– Não pode vender ou não pode parar o aluguel do imóvel qualificado (mas é claro que pode alterá-lo).
– Tem que continuar com o seguro de saúde
– O residente não pode ficar mais do que 183 dias em qualquer outra jurisdição. Isso é incontrolável na UE.
– Tem que preencher uma declaração anual, juntamente com a declaração anual de imposto.
– Há uma taxa não reembolsável de 6000 euros, este valor deve ser pago quando o processo de aplicação é iniciada.

Peça consulta grátis sobre residência Malta!

Artigos relacionados:

Planejamento tributário e residência em Malta

Quem qualifica-se para o Programa de Residência em Malta “HNWI”?

.